Um espaço para reinventar Portugal como nação de todo o Mundo, que estabeleça pontes, mediações e diálogos entre todos os povos, culturas e civilizações e promova os valores mais universalistas, conforme o símbolo da Esfera Armilar. Há que visar o melhor possível para todos, uma cultura da paz, da compreensão e da fraternidade à escala planetária, orientada não só para o bem da espécie humana, mas também para a preservação da natureza e o bem-estar de todas as formas de vida sencientes.

"Nós, Portugal, o poder ser"

- Fernando Pessoa, Mensagem.

Teach every child about food: Jamie Oliver's TED Prize wish

Para uma mudança de paradigma social é fundamental uma mudança de paradigma alimentar - somos, essencialmente, "aquilo que comemos". A grande maioria das doenças actuais são perfeitamente evitáveis, e o próprio funcionamento intelectual, índices de felicidade, etc, melhoram com uma boa alimentação.

Acho fundamental este tema ser trabalhado por um dos grupos - sendo que naturalmente é uma temática transversal a todos, economia, saúde, educação. Na minha perspectiva, e uma vez que frutos frescos e locais acabam por ser as melhores fontes de nutrientes e vitaminas, este novo paradigma enquadra-se na lógica comunitária da sustentabilidade e auto-suficiência em geral. Organização e maior empowerment regionais, cooperação em vez de competição, empreendorismo social, etc etc.

Exemplo:

2 comentários:

Magno Jardim disse...

Concordo plenamente.

Mandrake disse...

É importante contextualizar à realidade anglo-saxónica (e agradecer a cozinha mediterrânica). Mas caminhamos para esta lógica, não hajam dúvidas..

Enviar um comentário

Teach every child about food: Jamie Oliver's TED Prize wish

Para uma mudança de paradigma social é fundamental uma mudança de paradigma alimentar - somos, essencialmente, "aquilo que comemos". A grande maioria das doenças actuais são perfeitamente evitáveis, e o próprio funcionamento intelectual, índices de felicidade, etc, melhoram com uma boa alimentação.

Acho fundamental este tema ser trabalhado por um dos grupos - sendo que naturalmente é uma temática transversal a todos, economia, saúde, educação. Na minha perspectiva, e uma vez que frutos frescos e locais acabam por ser as melhores fontes de nutrientes e vitaminas, este novo paradigma enquadra-se na lógica comunitária da sustentabilidade e auto-suficiência em geral. Organização e maior empowerment regionais, cooperação em vez de competição, empreendorismo social, etc etc.

Exemplo:

2 comentários:

Magno Jardim disse...

Concordo plenamente.

Mandrake disse...

É importante contextualizar à realidade anglo-saxónica (e agradecer a cozinha mediterrânica). Mas caminhamos para esta lógica, não hajam dúvidas..

Enviar um comentário